quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Lançamento "K"

Natura une a intensidade e a plenitude do homem em campanha de lançamento de “K”, o deo parfum de Kaiak.
Com uma nova versão da música “Beira-Mar”, de Zé Ramalho, interpretada por Saulo Duarte, campanha traduz a relação do homem com a natureza, o frescor do mar aliado à intensidade da noite.
A Natura volta à mídia para o apresentar “ K”, o deo parfum de Kaiak, primeiro aromático intenso do mercado brasileiro, com caminho olfativo inédito. Criada pela DPZ&T, a ação reforça o posicionamento da Natura como “A Casa de Perfumaria do Brasil”, e destaca a nova fragrância da marca para homens que buscam intensidade sem abrir mão do frescor.
“K traz um blend olfativo inédito e com intensidade marcante, que combina a força de notas amadeiradas e especiarias nobres à vivacidade das notas cítricas do Kaiak. K é uma composição moderna entre frescor e sofisticação, vibração e durabilidade, liberdade e poder”, afirma Denise Coutinho, diretora de Perfumaria da Natura. “É o mais novo exemplar da imensidão de cheiros e sensações que emanam da mistura dos nossos ingredientes com a originalidade cultural de um Brasil contemporâneo e vibrante”, complementa.
A fragrância de K marca ainda o casamento criativo entre Veronica Kato, perfumista in-house da Natura, e a perfumista francesa Sonia Constant e o brasileiro Claudio de Deus, que assinam a co-criação. Assim, a fragrância traz o apogeu da sofisticação, sem perder o frescor, que é a marca registrada de Kaiak.
Com a assinatura “K. Sinta sua força”, o filme para TV aberta e fechada apresenta como trilha sonora uma releitura de “Beira-Mar”, música de Zé Ramalho. A canção expressa a mensagem central da campanha, que fala sobre o homem que descobre em si a força do mar e a leva para a vida. Na campanha, a nova versão ganha a interpretação do cantor e compositor paraense Saulo Duarte, ressaltando a sinergia entre a marca e a sonoridade da música brasileira.
“Para criar o conceito de K, nos inspiramos no homem que, na prática do esporte na natureza, aprendeu com suas leis e ciclos, e chegou a um estado de plenitude. E é com esse estado de espírito que ele se lança na noite, o ambiente da nova fragrância. O filme retrata essa jornada e a letra da música do Zé Ramalho é perfeita para nos ajudar a contar essa história. A versão de Saulo, um expoente da nova geração, dialoga com tudo o que temos feito para a Casa de Perfumaria do Brasil”, comenta Denise Gallo, diretora de Criação da DPZ&T para Natura. rede.natura.net/espaco/tailacristina